Buscar
  • Duonísios

Ver a cidade


Subir até o alto do Monte Serrat é o mesmo que ser arrebatado até o domínio da cidade. O corpo não está mais enlaçado pelas ruas que o fazem rodar e girar segundo uma lei anônima; nem possuído, jogador ou jogado, pelo rumor de tantas diferenças e pelo nervosismo do tráfego. Aquele que sobe até lá no alto foge à massa que carrega e tritura em si mesma toda identidade de autores ou de espectadores. Ícaro, acima dessas águas, pode agora ignorar as astúcias de Dédalo em labirintos móveis e sem fim. Sua elevação o transfigura em voyeur. Coloca-o à distância. Muda num texto que se tem diante de si, sob os olhos, o mundo que enfeitiçava e pelo qual se estava "possuído". Ela permite lê-lo, ser um Olho solar, um olhar divino. Exaltação de uma pulsão escópica e gnóstica. Ser apenas este ponto que vê, eis a ficção do saber.

Adaptado de Michel de Certeau. Caminhadas pela cidade. In: A invenção do cotidiano .

#temposmodernos #jeaniceferreira #alessandroatanes #duonísios #micheldecerteau #ainvençãodocotidiano

8 visualizações

© 2015 Jeanice Ferreira

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now